ETAR da Tabua “sem solução à vista”

CDS/PP denuncia uma situação muito prejudicial para a saúde da população.

«Depois de todo o investimento realizado no concelho da Ribeira Brava continuamos, pelo terceiro ano consecutivo após o 20 de Fevereiro, com a ETAR da Tabua fechada e sem solução à vista», denunciou o vereador municipal do CDS/PP na Câmara Municipal da Ribeira Brava, Rafael Sousa.

Esta situação, que causa grandes transtornos à população residente, sobretudo no Verão em que é insuportável o mau cheiro e a emissão de bactérias para a atmosfera, exige uma solução urgente por parte da autarquia ribeirabravense, assim como por parte da empresa Água e Resíduos da Madeira.

«A ETAR, localizada junto à rotunda de acesso à Tabua, Lugar de Baixo e Ponta do Sol e Calheta, afeta não só todos os residentes que vivem na sua imediação, no Sítio da Praia, mas também os transeuntes e automobilistas que por ali passam para os concelhos vizinhos», continuou o vereador.

O CDS/PP lamentou ainda que, após todas as queixas, nomeadamente dos elementos da oposição, nada tenha sido feito. E, neste contexto, deixou algumas questões.

«Os munícipes ribeirabravenses pagam juntamente com a fatura da água o saneamento básico. Por que razão é que não se recupera a dita ETAR? Será que o dinheiro é canalizado para outros fins que não aquele para o qual deveria ser usado?»

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest