Oposição “tinha saudades minhas”

A resposta do líder regional à oposição que pediu a sua presença na Assembleia.

“Alguma vez me viu preocupado com as críticas da oposição. A oposição aprovou, com votos dela própria, um regimento que diz: o presidente do Governo ou quem o representar. A lei não me obriga a ir lá. Queriam era me ver. A oposição tinha saudades minhas, porque logo que viu que eu não estava lá, não havia nada a censurar”.

Alberto João Jardim respondeu, desta forma, à retirada da Moção de Censura pelo Partido Socialista da Madeira, tudo por causa da sua não comparência na Assembleia Legislativa da Madeira. Já antes desta declaração no Curral das Freiras, em comunicado, acusou os partidos da oposição de fazerem “folclore”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest