Machico ‘viaja’ ao século XVI

O Mercado Quinhentista já se tornou num importante cartaz turístico e cultural da Região.

Começou hoje oficialmente a VIIª edição do Mercado Quinhentista de Machico. Trata-se de um evento organizado pela Escola Básica e Secundária de Machico, em parceria com a Câmara Municipal.

Decorrendo até ao próximo domingo, o mercado tem este ano como tema as “Expedições Marítimas em busca de Preste João”.

Na abertura da iniciativa, o presidente da Câmara Municipal de Machico destacou que o evento já se tornou num importante cartaz turístico da Região. “Notamos que, ao longo dos anos, o mercado tem crescido, quer em quantidade, quer em qualidade. Para nós é um motivo de grande satisfação verificarmos que isto deixou de ser apenas um projeto educativo e passou a ser um grande cartaz cultural e turístico da Região”, frisou.

António Olim referiu, ainda, que a VIIª edição do Mercado Quinhentista representa um investimento de cerca de 25 mil euros, menos 50% em comparação com o ano anterior. “Este ano tivemos o cuidado de reduzir, em cerca de 50%, o montante envolvido. Porém, apraz-nos registar que apesar da redução do investimento conseguimos manter a qualidade que o mercado tem ganho ao longo dos anos”, transmitiu

Presente na abertura oficial, o secretário regional da Cultura e dos Recursos Humanos, Jaime Freitas, enalteceu o êxito do Mercado Quinhentista. “É uma iniciativa da escola que ganha expressão no exterior da escola, que envolve as pessoas e as instituições de toda a Região”, apontou.

Registe-se que o Mercado Quinhentista de Machico tem como pontos altos: o “Cortejo da retirada de homens bons rumo à Abissínia” (sexta-feira – 21h00); o Cortejo do regresso da expedição em demanda de Preste João (sábado – 17h00); Uma Missa em Latim na Igreja Matriz (sábado – 19h00); e a Ceia Quinhentista (sábado – 20h30).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest