APFN contra aumento da idade da reforma

O relatório publicado pela OCDE afirma o contrário dizendo que é essencial aumentar a idade da reforma e expandir a cobertura privada das pensões.

Em relatório apresentado ontem a OCDE volta a chamar a atenção para o facto da sustentabilidade da segurança social não estar assegurada no nosso país, recomendando um aumento da idade da reforma para os 67 ou mais anos e incentivos a planos de pensões privados.

A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) recomenda através de comunicado que é possível garantir a sustentabilidade do sistema sem que seja necessário adotar mais medidas que afetem os pensionistas. “Para tal, basta que, à semelhança do que aconteceu em França, por exemplo, exista vontade política para se aumentar o índice sintético de fecundidade e sejam adotadas as condições necessárias para que as famílias possam ter mais filhos. Este tipo de políticas permite aumentar o número de nascimentos e dessa forma combater o envelhecimento da população e em simultâneo caminhar para cenários sustentáveis. Por a França ter adotado essa política, o índice sintético de fecundidade já é de 2.1, o que permitiu o governo anunciar, recentemente, a redução da idade da reforma para os 60 anos”.

O mesmo comunicado refere ainda que “o aumento da esperança média de vida não representa, por si só, uma diminuição da capacidade do Estado de pagar reformas. O que verdadeiramente tem feito aumentar a idade da reforma em Portugal e diminuir o seu valor é o cada vez mais baixo número de nascimentos. Podemos ter toda a população a viver até aos 100 anos, ou mais, se a idade média da população se mantiver, ou, até, se diminuir, as reformas poderão ser melhores. O melhor indicador para aferir a sustentabilidade da segurança social é a idade média da população”.

Por essa razão, a APFN volta a apelar ao Governo para que, com carácter de urgência, adote medidas que deem liberdade às famílias para terem o número de filhos que desejam e altere o fator de sustentabilidade da segurança social para a idade média da população.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest