Presidente da SDM pede ‘firmeza’ nas negociações

Francisco Costa afirma que o processo das negociações do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) está a decorrer dentro da normalidade.

Porém, o presidente da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) pede para que as autoridades portuguesas tenham “um empenho firme” no processo negocial.

“Negociações com a União Europeia não se conduzem sem firmeza, sem empenho, sem convicção. É esse empenho, essa firmeza e essa convicção que eu espero do Governo da República na condução desse processo”, vincou Francisco Costa.

O responsável pela SDM referiu, ainda, que o processo das negociações não tem um prazo final definido. “Existem prazos intermédios que têm de ser cumpridos de acordo com as regras da União Europeia, e esses prazos estão a ser cumpridos”, apontou.

Francisco Costa falava esta tarde, à margem de uma “aula em ambiente de trabalho na SDM”. A iniciativa, realizada nos escritórios da SDM localizados no Funchal, contou com a presença de uma turma de administração e secretariado da Escola Secundária Jaime Moniz.

O programa da “aula” englobou uma breve introdução efetuada pelo presidente da SDM, uma abordagem ao CINM e à atividade da própria SDM por quadros da empresa e encerrou com uma visita ao espaço.

“Temos tido ao longo dos anos a preocupação de contactar com as escolas e com os alunos, no sentido de transmitir as realidades do CINM, o que é que significa esse instrumento da política de desenvolvimento, as oportunidades que são criadas no domínio do emprego e da formação profissional, das novas oportunidades para os madeirenses e, em especial, para os jovens”, transmitiu Francisco Costa.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest