Investigadores portugueses recebem bolsa de Fundação Japonesa

Uma equipa de investigadores portugueses recebe financiamento da “Mizutani Foundation for Glycoscience”.

 

Uma equipa de investigadores portugueses da Universidade de Coimbra recebeu um financiamento da “Mizutani Foundation for Glycoscience” (http://www.mizutanifdn.or.jp/), Fundação Japonesa que há 20 anos promove a investigação na área das glicociências (açúcares biológicos e suas funções).

Um dos objetivos é estudar as enzimas que fabricam um tipo raro de polissacáridos (açúcares complexos), envolvidos na génese da parede especial das micobactérias como as que causam tuberculose (Mycobacterium tuberculosis), que as protege, por exemplo, da acção de muitos antibióticos comuns, explica Nuno Empadinhas, responsável pela grupo de investigadores.

«Embora modesto, este apoio do outro lado do mundo constitui um importante complemento ao financiamento nacional e confirma que a ciência não tem fronteiras». A equipa de investigação, que conta com financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), inclui Susana Alarico, Vítor Mendes, Ana Maranha e Andreia Lamaroso, e tem a colaboração de investigadores do Instituto de Biologia Celular e Molecular (Porto), do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (Oeiras) e da Universidade de Guelph, no Canadá.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest