CDS insiste na renegociação do Plano de Ajustamento

José Manuel Rodrigues, líder do CDS/PP, quer conhecer ainda o relatório de avaliação.

 

As questões financeiras voltaram a dominar a reunião de hoje dos parlamentares do CDS/PP Madeira.

José Manuel Rodrigues, líder regional do partido, considerou que a população precisa de mais explicações a propósito do Plano de Ajustamento Financeiro, bem como sobre os pagamentos aos fornecedores.

“O CDS/PP entende que é dever do Governo Regional e do Governo da República divulgarem rapidamente o relatório de execução e da avaliação ao Programa de Ajustamento Financeiro da Região Autónoma da Madeira”.

Para além desta explicação, que é um direito dos cidadãos que são obrigados a cumprir com as medidas de austeridade, o líder do CDS voltou a defender a renegociação da ajuda à Madeira. Isto porque “o plano de ajuda é incomportável para as finanças públicas regionais e, sobretudo, insuportável para as famílias e as empresas”.

José Manuel Rodrigues disse que o plano foi mal negociado, porque a Madeira estava “em estado de necessidade”. Pelo que importa, agora, adaptá-lo às reais necessidades de financiamento da Madeira e as carências dos vários sectores.

No decorrer da reunião, com o Grupo Parlamentar, o Governo Regional foi aconselhado a implementar medidas que possam criar receitas e dinamizar os sectores estratégicos, como seja o turismo.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest