Qualidade do Funchal Jazz é para manter [Vídeo]

A garantia foi dada por Miguel Albuquerque na apresentação do programa do 13º Festival Jazz Funchal.

Foi apresentado esta tarde, no Hotel The Vine, o programa do 13º Funchal Jazz Festival. Na ocasião, o presidente da autarquia funchalense, Miguel Albuquerque, fez questão de salientar que não é possível diminuir mais o orçamento para realizar o festival de jazz. “A minha intenção enquanto estiver à frente da câmara é manter a qualidade do festival e fazer deste festival uma aposta pública na cultura, nas artes e na música”apontou, acrescentando que a autarquia já reduziu o máximo possível o orçamento que, este ano, ronda os 200 mil euros.

O autarca lembrou também que este já é um festival com grande nome e que é uma honra para os artistas serem convidados para participar neste evento cultural.

De destacar que no dia da abertura, 5 de julho, vai ser feita uma homenagem ao artista da Madeira, com repercussão internacional, Sérgio Borges. Depois da homenagem subirá ao palco do Funchal Jazz um dos melhores pianistas da atualidade, Michel Camilo, que tem um grande curriculum e toca “salsa no piano com a mão esquerda com se fosse com a direita”, salientou Miguel Albuquerque.

Já, no segundo dia teremos o artista principal do evento, Jean Luc Ponty com o seu violino. Trata-se de um músico que tem uma componente pop importante, e será o grande destaque do segundo dia do Funchal Jazz. A abrir o segundo dia do festival estará o “Colina Miralta Sambeat CMS trio”, um dos trios de Jazz mais reconhecido na cena espanhola de jazz, dos últimos anos.

No último dia, 7 de julho, abrem as hostes o “Manuel Beleza Jazz Terceto” um conjuntos de músicos de portugueses muito apreciados pela crítica.

A fechar o festival e, para terminar em beleza, o palco do Funchal Jazz vai receber “Kenny Garret” um clássico do saxofone do jazz.O “Kenny Garret” é um homem proeminente na cena do jazz mundial e mantém desde sempre o seu estilo clássico. “Os últimos discos dele mantêm a sua aura clássica, ou seja, o jazz classic”, conclui o edil funchalense.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest