Festival de Teatro na Lagoa

A cidade de Lagoa vai acolher nos dias 6, 7 e 8 de Julho, a partir das 21h00, o Festival de Teatro que integra o programa comemorativo da elevação da vila da Lagoa a cidade. 

Este evento é promovido pela Câmara Municipal de Lagoa e decorre no cine teatro lagoense Francisco D’ Amaral Almeida e conta com a participação de três grupos de teatro, sendo dois da Lagoa e um da Ribeira Grande.

Os grupo de teatros Faísca da Escola Secundária de Lagoa, o Alumni, e o da Associação Juvenil de Rabo de Peixe “AJURPE” serão, assim, os três participantes neste festival.

Assim sendo, no dia 6 de Julho o grupo de teatro Faísca fará a abertura deste festival de teatro com a apresentação a peça “O Homem que caminhava sobre as ondas”, constituída por três atos da autoria de Norberto Ávila que retrata a emigração açoriana para o Canadá.

Já no Dia 7 de julho, o grupo de teatro Alumni exibirá a peça “Auto da India” da autoria de Gil Vicente, a primeira ficção portuguesa que tem por tema as viagens à India. Esta peça remete-nos para o mito dos descobrimentos, fazendo uma forte e intencional crítica ao artificialismo da poesia palaciana, à situação sociopolítica e económica criada pela expansão dos descobrimentos.

A encerrar este festival estará o grupo de teatro AJURPE com a comédia “Casado à Força”, da autoria de Moliére que será exibida no dia 8 de Julho, pelas 21h00. A sua participação surge no âmbito do protocolo de cooperação cultural estabelecido entre a Câmara Municipal de Lagoa e a Câmara Municipal da Ribeira Grande. Trata-se de uma peça que assenta numa sátira ao sistema que então se estava a instaurar onde a ciência e os seus doutores estavam a ser elevados quase à condição divina e onde as suas considerações eram consideradas quase como verdades absolutas. Neste sentido, Moliére escreveu uma comédia onde as dúvidas de um noivo em se casar poderiam ser respondidas pelos senhores doutores, mas no fim, uma grande confusão é formada.

Fomentar o gosto pelo teatro é o propósito desta iniciativa promovida pela autarquia lagoense que vem, igualmente, comprovar a importância do teatro amador na formação e educação de muitos jovens lagoenses.

[twitter style=”vertical” float=”left”][fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fblike]

Pin It on Pinterest