APEMIP desmente formação de bolha imobiliária em Portugal

Isto apesar do sector estar a atravessar um período complicado.

 

É verdade que o setor imobiliário no nosso país já viu melhores dias. Mas, também é verdade que em Portugal os preços das casas não sofrem, há anos, qualquer processo inflacionário, facto que revela que não existe qualquer indício de formação de uma bolha imobiliária, refere a Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação

Refira-se que Portugal passou ao lado do boom imobiliário verificado noutros países entre 2000 e 2007 – o crescimento nominal dos preços (18%) ficou abaixo da inflação verificada (25%), pelo que a valorização real foi negativa. Já na vizinha Espanha, por exemplo, esta variação dos preços nominais situou-se nos 133%.

“O facto de não termos passado por uma bolha imobiliária dramática, tal como a Espanha ou a Irlanda, é prova de que temos condições competitivas para o investimento no setor”, continua aquela entidade, acrescentando que os dados são corroborados por um trabalho elaborado pelo portal imobiliário Internacional Property Guide.

Vejamos então os números: em Portugal, o preço da habitação por m2 ronda os 2.230 €. Em Espanha, por exemplo, este valor quase dobra: 4.022 €/m2. É de referir também os 15.187 € praticados no Reino Unido, os 13. 380€ na França e os 3.704€ na Alemanha.

O trabalho da Property Guide prova que o imobiliário português é um porto seguro para o investimento, interno e externo, e contraria a falsa ideia da existência de uma bolha imobiliária.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest