Assuntos Sociais acusam CDS de oportunismo político

Secretaria Regional dos Assuntos Sociais reage a declarações dos deputados populares.

 

A Secretaria Regional dos Assuntos Sociais, mediante comunicado, acusa o CDS/PP de oportunismo político. Em causa os 180 mil euros, atribuídas para atividades parlamentares pela Assembleia Legislativa da Madeira, que o partido vai utilizar em apoios sociais.

“O Governo Regional da Madeira consciente da necessidade de reforçar o apoio aos mais carenciados em virtude do contexto económico e social difícil que a Região Autónoma da Madeira atravessa têm a funcionar no terreno o Plano Regional de Intervenção Social, que por ser mais vasto e abrangente, integra o Plano de Emergência Social, apresentado a nível nacional, bem como outras medidas de apoio social”.

O comunicado esclarece ainda que, só este ano, estão disponíveis cerca de 50 mil toneladas de alimentos (mais 20 mil do que no ano anterior) do Programa Comunitário de Ajuda Alimentar. Produtos que já estão inclusivamente a ser distribuídos e a que se juntam outras toneladas recolhidas por Instituições Particulares de Solidariedade Social.

“Por estes motivos, repudia-se a atitude demagógica do CDS/PP que desvaloriza o trabalho responsável e sério que tem vindo a ser realizado pelos técnicos e assistentes sociais do Centro de Segurança Social da Madeira, bem como de todas as instituições e associações de solidariedade social que, num trabalho em parceria com o Governo Regional apoiam meritoriamente e sem os holofotes da comunicação social, as famílias que se encontram em graves dificuldades financeiras e económicas”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest