Greve dos médicos com 90% de adesão

O Sindicato Independente dos Médicos  destaca, através de um comunicado, que a “Madeira continua a assistir à maior greve médica de sempre”.

No mesmo comunicado, o secretariado regional da Madeira do Sindicato Independente dos Médicos detalha os dados do segundo e último dia de greve conhecidos hoje pelas 12h00:

1) Hospital Dr. Nélio Mendonça e Hospital dos Marmeleiros:
Anestesia – Compareceu 1 médico para trabalho de rotina. Os serviços mínimos e de urgência foram assegurados.
Bloco Operatório – Central – todas as cirurgias canceladas.
Cirurgia de Ambulatório – apenas cirurgia oftalmológica em trabalho de rotina.
Cirurgia Geral – dos 35 médicos, só 1 compareceu ao serviço de rotina. Foram canceladas todas as cirurgias programadas. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Cardiologia – dos 16 médicos, só 1 compareceu para trabalho de rotina. Os serviços mínimos de urgência foram assegurados.
Medicina Interna – dos 41 médicos, só 4 compareceram ao trabalho de rotina. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Pediatria – dos 20 médicos, só 3 compareceram ao trabalho de rotina. Todas as consultas foram canceladas excepto as realizadas pelo responsável do serviço. O Hospital de Dia Oncologia Pediátrica e o Serviço de urgência foram assegurados.
Ortopedia – dos 19 médicos, 1 médico compareceu ao trabalho de rotina. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Ginecologia – Obstetrícia – dos cerca de 20 médicos, apenas 2 médicos compareceram ao trabalho de rotina. A sala de partos foi assegurada pelos médicos de urgência.
Radiologia – um médico compareceu ao trabalho de rotina. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Oftalmologia – a cirurgia de ambulatório está a funcionar. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Otorrinolaringologia – apenas 1 médico compareceu ao serviço para trabalho de rotina. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Gastroenterologia – nenhum médico compareceu ao serviço, excepto o responsável pelo serviço. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência;
Urologia – dos 6 médicos, só 1 compareceu para trabalho de rotina- o responsável pelo Serviço. Os serviços mínimos de urgência foram assegurados.
Medicina Física e de Reabilitação – apenas um médico compareceu ao Serviço para fazer consulta.
Cirurgia Vascular – só um médico compareceu ao Serviço.
Reumatologia – só um médico compareceu ao Serviço.
Pneumologia e Dermatologia – 3 médicos compareceram. Os serviços mínimos foram assegurados pelos médicos de urgência.
Nefrologia, Endocrinologia, Psiquiatria, Pedopsiquiatria, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Plástica, Cirurgia Cardiotorácica, Imunohemoterapia/Banco de Sangue, Patologia Clínica/Laboratório de Análises, Hemato-oncologia, Imunoalergologia, Neurologia – Adesão Total, só estão assegurados os serviços mínimos.
Anatomia Patológica, Neurocirurgia – funcionou normalmente

2) Cuidados de Saúde Primários:
No Concelho do Funchal, em 36 médicos, 19 não compareceram ao serviço para trabalho de rotina, sendo estimada o cancelamento de cerca de 500 consultas;
No Concelho de Machico – 2 médicos compareceram ao serviço;
No Concelho da Calheta – todos os médicos compareceram;
No Concelho de Santa Cruz – 1 médico compareceu às consultas;
No Concelho de São Vicente – 1 médico compareceu ao serviço;
No Concelho de Santana e Porto Moniz – só 3 médicos compareceram ao serviço;
No Concelho do Porto Santo, as consultas estão a ser realizadas;
No Concelho da Ribeira Brava e Câmara de Lobos não foi possível recolher dados.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest