Jaime Ramos: “O inimigo está lá fora”

Secretário-geral do PSD/M apelou à “unidade” do partido para derrotar os inimigos. Congresso da JSD/M decorre hoje e amanhã.

O secretário-geral do PSD/Madeira, Jaime Ramos, discursou na sessão de abertura do XIX Congresso da JSD Madeira, que se realiza, hoje e amanhã, no Centro de Conferências e Exposições da Madeira.

Os jovens sociais democratas vão eleger um novo líder, após o pedido de demissão de José Pedro Pereira.

“Estejam unidos. O inimigo está lá fora, o adversário está lá fora”, alertou, sublinhando que a “unidade” do partido é fundamental para prosseguir com os objetivos da Região Autónoma da Madeira.

Jaime Ramos acusou ainda os partidos da oposição, PS e CDS, de cinismo político. O Centro Internacional de Negócios da Madeira foi apontado como exemplo da dualidade de decisões. “A nível nacional tomam medidas que vão contra a Madeira e depois vêm à Madeira com sorrissinhos falsos”.

Na sua intervenção não foram esquecidos os constrangimentos impostos pelos governos da República, a incompetência dos governantes europeus na aplicação de medidas para a dinamização económica e a “banca gananciosa”, que foi apontada como a principal causa da crise que se atualmente se vive.

José Pedro Pereira, líder demissionário da JSD/Madeira, começou por referiu o trabalho realizado nos últimos tempos, com a abordagem de áreas essenciais para o desenvolvimento económico e social da Região Autónoma da Madeira, e garantiu a sua continuidade enquanto deputado na Assembleia Legislativa da Madeira.

No final, ainda que sem enunciar nomes, agradeceu aos 95 por cento dos apoiantes que trabalharam consigo, dizendo “a nossa história não termina agora”, e aos restantes 5 por cento, que deram as “facadinhas”, avisou que vai voltar.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”][twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest