‘Está ultrapassada a primeira etapa’

O Alfa Romeo GTAM 2000, da dupla João Paulo e Petra Freitas, ‘passou com distinção’ nas verificações técnicas e documentais que tiveram lugar esta tarde no Tecnopolo.

Na minha maneira de ver o Rali Vinho Madeira começa no dia das verificações. Está ultrapassada a primeira etapa, nomeadamente as verificações documentais e técnicas do carro. O nosso carro passou exemplarmente, sendo aquilo que estávamos à espera”, salientou João Paulo Freitas.

O piloto madeirense, que concorre no âmbito do Campeonato Open de Ralis, diz que está tudo preparado para a Super Especial da Avenida do Mar. “Está tudo preparado para amanhã. É claro que sinto aquele nervosismo de quem vai participar num rali desta dimensão pela primeira vez. Mas o nervosismo vai passando à medida que nos vamos envolvendo no assunto”, apontou, acrescentando que o grande objetivo é “chegar ao fim da prova, participar nesta festa e proporcionar um bom espetáculo ao público”.

“Dentro da categoria dos automóveis clássicos somos seis, por isso vamos tentar fazer o nosso melhor. Sabemos que existem bons carros e pilotos com muita experiência em ralis. No nosso caso é a primeira vez que participamos num rali, mas tenho uma experiência ou duas como carro zero”, complementou o piloto.

Por sua vez , Petra – co-piloto e filha de João Paulo Freitas – descreveu que a pouco menos de 24 horas da super especial da Avenida do Mar “já sente a adrenalina a subir”, destacando que o público “tem apreciado muito” a decoração do  Alfa Romeo GTAM 2000.  “Até domingo não vou conseguir dormir direito, mas vai valer a pena”, observou.

Petra Freitas apontou o carro, que data de 1972, como a principal vantagem da sua equipa. “A nossa grande vantagem é termos um carro diferente, pois o nosso é o único Alfa Romeo que vai entrar no rali. É um carro clássico todo original da época. Outra vantagem é estar ao lado do meu pai”, realçou, prometendo que o público terá “um bom espetáculo”.

Como pontos menos positivos, a jovem de 20 anos apontou o calor e a chuva. “O que me preocupa mais é o calor dentro do carro e a chuva, dois elementos que podem estragar um pouco o espetáculo. Mas estamos otimistas que tudo irá correr bem”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest