PS ‘criou pontes com os outros partidos’

Carlos Pereira afirma que os socialistas “marcaram a diferença” no parlamento regional.

O vice-presidente e líder do grupo parlamentar socialista considera que o seu partido “marcou a diferença” no parlamento regional, “pois criou pontes” com as outras forças partidárias, apontando que o partido “produziu muito” nesta legislatura no sentido de encontrar soluções para as questões da Região.

“Fizemos um esforço muito grande. Apresentamos cerca de 20 decretos legislativos regionais; 15 projetos de resolução; pedimos 14 audições parlamentares (nenhuma foi aceite); foram 6 as comissões de inquérito; foram 7 projetos de lei à Assembleia da República; 9 debates pedidos; uma moção de censura; e vários requerimentos e perguntas ao Governo Regional”, enumerou o líder do grupo parlamentar socialista, hoje numa conferência de imprensa que serviu para fazer a análise e balanço da atual sessão legislativa da Assembleia Legislativa da Madeira.

Das várias iniciativas propostas pelo PS, Carlos Pereira elege a moção de censura ao Governo Regional; a ‘inauguração’ dos debates potestativos; o Pacto da Democracia; e o novo modelo de jornadas parlamentares.

“A moção de censura não foi discutida porque o presidente do Governo Regional meteu o ‘rabinho entre as pernas’ e não apareceu na assembleia para dar a cara àquilo que são os problemas que criou e para se responsabilizar perante o povo da Madeira pelos problemas que tem vindo a criar (…). Porém, a moção por aquilo que criou demonstra que o PSD falhou em toda a linha e que o PS tinha razão naquilo que vinha a dizer”, afirmou o líder da bancada do PS.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest