Festa solidária sem bombeiros

O evento, que decorre até à noite, destina-se a angariar verbas para os Bombeiros da Ribeira Brava.

O presidente do Governo Regional aproveitou a sua ida à Festa Solidária dos Amigos dos Bombeiros da Ribeira Brava para visitar as obras de beneficiação que estão a ter lugar na Marina do Lugar de Baixo, espaço fortemente criticado pelos partidos da oposição.

“Foi feita uma plataforma que resistiu já a dois invernos e que vai ser agora devidamente protegida. A seguir segue-se a obra da embocadura, o que houver de marina irá mais para dentro. À volta disso vai-se abrir concurso para diversas iniciativas, como já estão a ser preparadas também na Marina da Calheta. Toda a envolvente vai ser explorada pelos privados”, apontou João Alberto Jardim.

Refira-se que na Festa Solidária dos Amigos dos Bombeiros da Ribeira Brava, organizada por Marcelo Caldeira e Carlos Lucas, não apareceu nenhum bombeiro, algo que o governante desvalorizou. “Os bombeiros estão de serviço no rali, não tenho nada a haver com isso. Eu não vim aqui cumprimentar os bombeiros. Vim aqui felicitar um grupo de cidadãos privados que tomou a iniciativa de ajudar uma associação de bombeiros voluntários”, observou.

Jardim refuta ainda o facto de ser alvo de protesto por parte dos bombeiros da Região. “Na Ribeira Brava, na inauguração da ponte da Fajã da Ribeira, não houve nenhuma manifestação de bombeiros, houve sim uma ‘garotada’ de gente conhecida, que os senhores da comunicação apoiam”, atirou.

Por sua vez, Marcelo Caldeira confirmou que os Bombeiros da Ribeira Brava foram convidados para o evento. “O que me foi dito na ocasião é que, provavelmente, os bombeiros estariam de serviço e não poderiam comparecer. A Associação de Bombeiros também foi convidada, mas foi-me logo dito que nenhum membro estaria cá”, concluiu.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest