Velharias de grande valor [VÍDEO]

Feira das Velharias, na primeira quinta-feira de cada mês, no Mercado dos Lavradores. O madeirense ainda é o principal cliente.

É mais uma oportunidade de negócio. A Feira das Velharias, que se realiza na primeira quinta-feira de cada mês, no Mercado dos Lavradores, traz sempre novidades. O madeirense ainda é o principal cliente.

Jarras, discos, púcaras, foices, moedas, ferraduras, gravuras alusivas à Madeira, balanças antigas, rádios, chávenas, copos e crucifixos. Estes e muitos outros artigos fazem as delícias dos colecionadores.

Maria Isabel Gomes é uma presença assídua na Feira das Velharias, uma iniciativa da Câmara Municipal do Funchal, e adianta que “vale sempre a pena participar”, apesar do mês de Agosto ser dos mais fracos para as vendas. “Hoje posso fazer cerca de 50 euros, mas já tive meses de fazer mais de 100 euros”.

O que para muitas pessoas não passa de lixo, material que acaba por estar a atrapalhar em casa, pode ser vendido a bom preço. E, até mesmo, estar a ser procurado por outras pessoas. A feirante observa que, para além dos madeirenses, os clientes nacionais costumam ser bons compradores. Já os turistas estão mais limitados ao tamanho das peças.

José Vieira destaca igualmente a importância da Feira das Velharias. Mas, mais do que uma oportunidade para ganhar dinheiro, é um excelente momento de convívio entre as pessoas. “Aprende-se muita coisa”.

Na sua banca compram-se e vendem-se antiguidades. O feirante acrescenta mesmo que percorre toda a ilha em procura de artigos antigos para venda. O mês pode até nem ser dos melhores, mas o certo é que curiosos não faltam.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”][twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest