“Trabalhadores agradeçam ao PSD e ao CDS estas prendas”

O MPT considera que os trabalhadores devem agradecer ao PSD e ao CDS “as prendas”, austeridade e impostos,  dos dois últimos anos.

O dirigente do MPT, Jaime Silva, entende que os aumentos e as medidas de austeridade implementadas pelo Governo da República estão a destruir cada vez mais os trabalhadores, as famílias e as empresas. Por isso, considera que os trabalhadores das função pública, os professores, os enfermeiros, os privados e até mesmo a empresas devem agradecer “ao PSD e ao CDS estas autênticas prendas dos últimos dois anos”.

Jaime Silva relembrou que “quando todos estavam à espera de incentivos e medidas por parte dos governos para combater o desemprego que tem vindo a aumentar muito ao longo dos últimos anos eis que PSD e CDS continuam a perpetrar ataques contra os trabalhadores e o novo código do trabalho “são uma prova de que estes senhores não se cansam de massacrar às famílias e quem trabalha atacando os mesmos de costume”.

O MPT está solidário com todos os trabalhadores e acusa o governo de Passos Coelho de ser “insensível que diz que trabalha para o bem do país e afinal o que se vê é que afunda cada vez mais o país, quem trabalha e as empresas”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”][fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest