Eco Roteiro de S. Roque

O “Roteiro Eco-Cultural de São Roque” apresenta textos e fotografias de vários monumentos naturais e construídos que marcaram a história de São Roque.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada afirmou que o “Roteiro Eco-Cultural de São Roque” é um trabalho de investigação com uma utilidade inegável para quem vive e para quem visita a freguesia, durante a sessão de lançamento da publicação da autoria de Miguel Fontes, no Auditório Padre Fernando Teixeira, em São Roque.

Trata-se de um projeto de promoção. Um trabalho de intelectualidade, de investigação e de utilidade inegável para todos: locais e visitantes nacionais e estrangeiros, uma vez que se trata de uma edição bilingue (Português/Inglês)”, afirmou José Manuel Bolieiro.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada sublinhou que a utilidade do “Roteiro Eco-Cultural de São Roque” passa por dar a “perceber sobre a riqueza da natureza e do património construído em São Roque”, indo, assim, ao encontro dos propósitos do autor que quis colocar à disposição de locais e forasteiros informação sobre aspetos históricos, culturais  e ecológicos daquela freguesia da costa sul de Ponta Delgada.

O “Roteiro Eco-Cultural de São Roque” apresenta textos e fotografias de vários monumentos naturais e construídos que marcaram a história de São Roque, ao mesmo tempo que realça os principais aspetos da sua ecologia, pois se trata de uma localidade com uma abrangente frente marítima, de onde se destacam as praias, o ilhéu de São Roque e a sua avifauna, as baías e piscinas naturais, bem como um património reconstruído e preservado como o antigo Forno da Cal, com miradouro e zona balnear com o mesmo nome, integrado na construção da Avenida do Mar,

Este roteiro vem dar-nos esta perspetiva”, reforçou José Manuel Bolieiro que frisou “que é preciso perceber que a Avenida do Mar, o Forno da Cal e toda aquela obra de valorização da frente de mar não contrariou a natureza. Pelo contrário, complementou-a”.

José Manuel Bolieiro congratulou-se, ainda, pelo facto de o “Roteiro Eco-Cultural de São Roque” ser uma obra que partiu da iniciativa exclusiva de Miguel Fontes, técnico de turismo ambiental e rural e voluntário ecologista, natural da freguesia de São Roque.

José Manuel Bolieiro referiu, ainda, o carácter complementar e enriquecedor desta publicação aos atuais Guias Culturais e Turísticos das freguesias não citadinas de Ponta Delgada, uma iniciativa da Câmara Municipal, comparticipada pela ARDE.

O autor de o “Roteiro Eco-Cultural de São Roque”, Miguel Fontes, explicou que a publicação, que vai ser distribuída pela Junta de Freguesia de São Roque e pelo próprio, foi escrita de modo simples e com muitas fotografias de modo a que se possa ter “uma noção mais correta do património de São Roque”. A sua edição em Português e Inglês é, na perspetiva do autor, “uma oferta para que quem nos visita fique a conhecer o seu património”.

[twitter style=”vertical” float=”left”][fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest