Melhoramentos no Porto Judeu

O Governo dos Açores vai investir um milhão e cem mil euros no melhoramento da operacionalidade do porto de pesca do Porto Judeu.

O Vice-Presidente do Governo presidiu à cerimónia de lançamento da primeira pedra desta empreitada que “permitirá voltar a colocar a freguesia do Porto Judeu no roteiro marítimo dos Açores”.

Sérgio Ávila adiantou que a obra agora iniciada “permitirá criar nesta ilha mais um estrutura de apoio à comunidade piscatória local proporcionando uma maior disponibilidade e proximidade de acesso a algumas zonas pesqueiras, neste quadrante da ilha Terceira, à frota da pequena pesca artesanal”, para além de potenciar outras atividades marítimas ligadas ao turismo, ao lazer e ao desporto, que trarão maior notoriedade e desenvolvimento à freguesia do Porto Judeu.

Trata-se assim, disse o governante, de “um investimento estruturante, não só para o desenvolvimento da comunidade piscatória do Porto Judeu, mas essencialmente uma infraestrutura que potencia o desenvolvimento de novas atividades económicas e a criação de emprego nesta freguesia”.

A empreitada teve hoje início prevê a construção de um molhe cais, perpendicular ao cais existente, com 10 metros de largura e  44 metros de comprimento, nos quais se incluem  25 metros de espaço para atracação  de embarcações. Será também implantada uma plataforma, devidamente protegida da ação do mar, que fará a ligação entre as duas margens do porto e que assim garantirá a continuidade da circulação na zona costeira desta freguesia.

A ampliação irá não só “garantir melhores condições de operação e de segurança a todos aqueles que utilizem esta infraestrutura portuária na sua atividade profissional ou recreativa, como também permitirá que esta freguesia possa retomar a sua raiz histórica de forte ligação com o mar”, referiu.

Sérgio Ávila lembrou que “nestes últimos anos, o Governo Regional tem realizado um grande esforço de investimento nas infraestruturas públicas de apoio ao sector marítimo da nossa Região para recuperarmos o atraso estrutural de todo um sector que nos tinha sido deixado em péssimas condições”.

O governante salientou que “a renovação da nossa rede regional de portos que temos vindo a executar atrás está hoje à vista de todos” sendo que atualmente os Açores dispõem duma “rede portuária com um nível de qualidade que não tem nada a ver com aquilo que herdamos e que veio reforçar o papel dos Açores no seio do oceano Atlântico”.

[twitter style=”vertical” float=”left”][fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest