Sociedades de Desenvolvimento servem para manobra de diversão

A CDU/M está contra a venda, ao desbarato, de espaços nas Sociedades de Desenvolvimento.

Os comunistas criticaram, hoje à tarde, a intenção do Governo Regional de vender espaços nas Sociedades de Desenvolvimento. Artur Andrade, vereador municipal no concelho do Funchal, disse que a medida não passa de uma manobra de diversão.

“Na atual situação de significativa redução da atividade económica na Região, com o preocupante avolumar das falências de empresas, o galopante aumento do desemprego e a saída de mão-de-obra, o anúncio, por parte do Governo Regional, da venda dos espaços das Sociedades de Desenvolvimento constitui mais uma manobra de diversão, de inconsequentes resultados”.

O dirigente da CDU/Madeira lamentou que agora, por força da situação económica e do Plano de Ajustamento Financeiro, se vendam as coisas ao desbarato. “Aquilo que o Governo Regional realmente pretende é alienar ao desbarato, vender por tuta-e-meia um valioso património (…)”.

Nesta ação política, convocada para denunciar mais berbicachos do Governo Regional, ficaram também ideias para a consolidação orçamental e para que as famílias e as empresas possam ultrapassar as dificuldades.

Artur Andrade explicou que a população não pode continuar a pagar os erros do PSD. “A única saída para a Região Autónoma da Madeira, que permite a defesa da sua economia e do emprego passa, em primeiro lugar, por rasgar o acordo de agressão e de traição assinado pelo Governo Regional com o Governo da República PSD/CDS-PP”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest