PSD insiste no combate às drogas legais

O partido voltou a defender medidas punitivas para combater as chamadas “drogas legais”.

Após uma reunião com o Instituto de Administração da Saúde e dos Assuntos Sociais e com o Serviço de Prevenção da Toxicodependência, o grupo parlamentar do PSD/M enalteceu todo o trabalho que está a ser desenvolvido por estas entidades em matéria de prevenção de drogas.

Porém, “todo o trabalho que possa ser feito não é suficiente enquanto não houver um quadro punitivo e uma restrição à comercialização destas drogas legais”, defendeu Edgar Garrido.

O deputado social-democrata destacou também a formação que está a ser dada pelo IA Saúde e Serviço de Prevenção da Toxicodependência. “Está a ser dada formação em vários níveis, a qual no primeiro semestre deste ano atingiu cerca de 20 mil pessoas. O IA Saúde e o Serviço de Prevenção da Toxicodependência atuam em vários níveis de interação, nomeadamente ao nível da comunidade escolar, ao nível desportivo, na comunicação social, entre outros”, observou.

O deputado do PSD avançou, ainda, que dentro em breve vão ser criados fóruns concelhios, os quais têm como objetivo explicar à comunidade a vertente das drogas legais e todo o seu carácter nocivo, bem como todo o trabalho que está a ser feito nesta área.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest