Pingo Doce limita pagamentos com cartão

À semelhança do restante território nacional, as lojas do Pingo Doce da Região já não estão a aceitar pagamentos até 20 euros com cartões de crédito e débito.

A referida medida, que entrou em vigor no dia de hoje, visa fazer fase ao valor das taxas cobradas pelas operações com cartões, as quais são consideradas “excessivas” pelo Grupo Jerónimo Martins e outros retalhistas portugueses.

Fonte de uma loja do Pingo Doce da Madeira, que quis manter o anonimato, referiu que a medida não apanhou os clientes desprevenidos, uma vez que a mesma foi largamente noticiada na comunicação social e através de um panfleto distribuído nas lojas do Grupo Jerónimo Martins.

No referido panfleto pode ler-se que o grupo “tomou a decisão de não aceitar pagamentos com cartões quando o valor for inferior a 20 euros”, bem como que tal medida “vai permitir uma poupança anual de mais de cinco milhões de euros”.

O panfleto informativo diz ainda que a referida medida será também benéfica para os clientes. “Ao pagar em dinheiro as suas compras até 20 euros está a ajudar-nos a concretizar mais oportunidades de poupança para si. Com isto, queremos e vamos garantir-lhes preços cada vez mais baixos e competitivos”, pode ler-se no panfleto distribuído nas lojas Pingo Doce.

Raquel Silva, cliente do Pingo Doce, frisou ao Cidade Net que já estava informada acerca desta decisão do Pingo Doce. “Faço compras semanalmente, as quais ascendem os 20 euros. Por isso, posso continuar a pagar com o cartão multibanco”, apontou.

Já Rafael Sousa considera que a medida poderá ser “um incómodo” naqueles casos em que se fazem compras de baixo valor. “Isto vai obrigar os clientes a andarem sempre com dinheiro no bolso. Com cartões as coisas eram mais simples”, rematou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest