Madeira tem “desprezado” plano de prevenção oncológica

“Infelizmente na Madeira este plano tem vindo a ser desprezado desde 2008”, diz Mário Pereira.

IMG_0795Está em discussão um projecto de decreto legislativo regional, da autoria do CDS/PP, intitulado “VIA VERDE PARA OS DOENTES ONCOLÓGICOS”. Mário Pereira, do partido preponente, explicou que o controlo da doença oncológica depende também do “investimento que os governos fazem” e que, por isso, importa criar uma estratégia concreta e coerente para a prevenção e as terapêuticas.

O parlamentar lamentou ainda que o Plano Nacional de Prevenção e Controlo das Doenças Oncológicas não tenha a devida aplicação na Região Autónoma da Madeira. “Infelizmente na Madeira este plano tem vindo a ser desprezado desde 2008” e os resultados “à mostra”, acrescentou o parlamentar, apontando que a incidência de cancro na Madeira tem aumentado 15%. Na sua intervenção, Mário Pereira acusou ainda os gestores clínicos de estarem mais preocupados com as obras e as empresas de construção civil do que com os doentes oncológicos.

O Serviço Regional de Saúde está a ser amplamente criticado pelos partidos da oposição, que dizem que a falta de equipamentos, a falta de materiais tem consequências gravíssimas para os utentes.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest