Portugal com menos mortos nas estradas na última década

Segundo dados do Relatório de Sinistralidade Rodoviária 2013.

acidentes«Há 10 anos, o número de vítimas mortais era perto de 1200. Evoluímos para metade, e esta evolução é muito positiva, e não se deve a apenas um Governo ou a mais que um Governo. Deve-se aos portugueses, que tiveram mudanças de atitude e comportamento», afirmou o Secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida, na apresentação do Relatório de Sinistralidade Rodoviária 2013.

Sublinhando a importância de «uma série de políticas públicas e práticas para a redução das vítimas mortais, em resultado de acidentes rodoviários», o Secretário de Estado acrescentou: «Também as campanhas, muitas delas associando entidades privadas, e o trabalho das forças de segurança, contribuiu para esta evolução, que deve ser registada e valorizada como sendo uma conquista nacional».

De janeiro a março de 2014, ocorreram 6776 acidentes com vítimas, mais 91 do que no período homólogo do ano passado. O número de vítimas mortais no primeiro trimestre de 2014 foi de 106 (127 em 2013), enquanto se registaram 437 feridos graves (390, em 2013) e 8033 feridos ligeiros (8091, em 2013).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest