Produção de cereais aquém do esperado

As chuvas no final do ciclo penalizam a produção de cereais de outono/inverno.

aveiaSegundo dados do Instituto Nacional de Estatística, as previsões agrícolas, em 31 de julho, apontam para uma campanha cerealífera com produções aquém do esperado, embora superiores às registadas no ano passado, devido essencialmente à elevada precipitação e humidade verificadas no final do ciclo dos cereais que prejudicaram quer o volume da produção, quer a qualidade do grão.

A produção de batata tem sido abundante e de qualidade: os tubérculos apresentam bons calibres e não ocorreram problemas sanitários. O mercado encontra-se devidamente abastecido, o que tem originado dificuldades de escoamento da produção.

As perspetivas para a fruticultura são animadoras, prevendo-se bons rendimentos unitários nos pomares de pomóideas e prunóideas. Em contrapartida, na viticultura preveem-se decréscimos de produtividade para a maioria das regiões vitivinícolas, devendo globalmente a redução rondar os 6%.

O INE refere ainda que a campanha das culturas de primavera/verão decorre com normalidade, apesar de algum atraso verificado no desenvolvimento vegetativo das plantas. Destaca-se a campanha do tomate para a indústria que apresenta boas perspetivas, esperando-se uma produtividade próxima 85 t/ha, o que representa um aumento de 10% face a 2013.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger