Movimento de passageiros nos aeroportos aumentou 4,9%

O Funchal registou uma quota de 7,3% no movimento total de passageiros.

tapSegundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística, o tráfego comercial nas infraestruturas aeroportuárias nacionais, em 2013 registou-se um acréscimo de 1,5% nas aeronaves aterradas, que totalizaram 149,6 mil (147,4 milhares em 2012). Esta evolução positiva foi mais evidente no movimento de passageiros, o qual ascendeu a 32,6 milhões, superando em 4,9% o número do ano anterior. Este crescimento sucede a vários anos de crescimento sustentado: +6,0% em 2010, +6,3% em 2011 e +1,2% em 2012.

Os dados mostram ainda que o aeroporto de Lisboa concentrou 49,1% do movimento de passageiros e registou um incremento de 4,6% face ao número do ano anterior. O aeroporto do Porto assegurou o transporte de 19,5% dos passageiros (crescimento de 5,3%) e em Faro movimentaram-se 18,3% dos passageiros (+5,4%).

Nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, considerando as infraestruturas aeroportuárias mais relevantes, verificou-se que o Funchal registou uma quota de 7,3% no movimento total de passageiros e um crescimento de 7,6% no mesmo indicador, enquanto Ponta Delgada concentrou 2,8% do movimento total de passageiros (+3,5%).

Já a carga e correio mantiveram redução já verificada nos anos anteriores. A via aérea tem sido cada vez menos utilizada no transporte de carga e correio (-2,1% e –11,0% em 2013, respetivamente), tendo esta redução ocorrido principalmente na componente nacional da carga aérea com diminuições do agregado de carga e correio de 9,3% no tráfego territorial e 10,0% no tráfego interior. O movimento de carga e correio distribuiu-se principalmente por Lisboa (68,3% do total), Porto (19,8%), Ponta Delgada (4,3%) e Funchal (4,0%).

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest