Projeto “Cardio Safe Madeira” apresentado quarta-feira

Não só com o objetivo de sensibilizar as entidades para esta importante temática, mas também contribuir para a elevação da cultura regional de emergência médica.

header2Decorre no próximo dia 15 de abril, pelas 16h45, na Sala da Adega do Instituto do Vinho do Bordado e do Artesanato da Madeira, a apresentação do Projeto “Cardio Safe Madeira”.

Este projeto da Madeira Emergência visa dar resposta não só às entidades abrangidas pelos critérios de obrigatoriedade para a colocação de um Desfibrilhador Automático Externo (DAE), mas também às entidades públicas e privadas que sintam a necessidade de implementar um Programa de Desfibrilhação Automática Externa (PDAE), por forma a oferecer um espaço “cardio seguro” a todos os que o frequentam.

O rápido progresso a que assistem, atualmente, as grandes cidades com o surgimento de locais de grande afluência (ex.: Aeroportos, Complexos Desportivos, Escolas, Ginásios, Superfícies Comercias, Salas de Espetáculos, Hotéis, Lares, Centros de Dia) cria por si só um aumento da probabilidade de ocorrência de situações de doença súbita ou trauma.

E sendo a RAM uma região cuja principal fonte de riqueza é o turismo, para além da população residente, acresce todos os anos um número significativo de população flutuante, com uma maior predominância para o turismo sénior, onde o risco de morte subida é maior. De salientar também que, para grande parte desta população visitante, a prática da desfibrilhação com DAE é já uma realidade comum.

Não só com o objetivo de sensibilizar as entidades para esta importante temática, mas também contribuir para a elevação da cultura regional de emergência médica, nasce assim o projeto “Cardio Safe Madeira”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest