Comandos voltam amanhã à instrução

O 127.º curso de Comandos vai ser retomado e as atividades da instrução recomeçam esta quinta-feira, 15 de Setembro, após a conclusão dos exames médicos realizados aos militares. A informação avançada pelo Exército em comunicado e confirmada pelo ministro da Defesa, Azeredo Lopes, na comissão parlamentar em que esteve a ser ouvido ao longo desta tarde. No Parlamento, o ministro confirmou a reabertura da instrução porque as “razões que levaram a interromper o curso estão encerradas”.

“A avaliação não revelou contra indicações clínicas que impeçam a continuidade do Curso (excluindo, naturalmente, os militares que estão ou estiveram internados no Hospital das Forças Armadas e que continuam o seu processo de recuperação)”, disse o Exército em comunicado.

O 127º curso de Comandos estava suspenso enquanto decorriam os exames médicos aos militares, após terem morrido dois recrutas na semana passada, na sequência do treino intensivo. Foram efetuados vários exames ao estado geral de saúde dos militares do curso, assim como avaliações da degradação das funções orgânicas e ainda uma entrevista individual com um clínico. Os resultados foram avaliados por médicos de várias especialidades.

Durante a reunião da Comissão de Defesa, Azeredo Lopes falou também sobre as duas investigações abertas pelo Exército na sequência dos incidentes do início do mês. Um dos inquéritos está centrado dos “factos ocorridos no dia dos incidentes”. Essa investigação pretende esclarecer “em que termos e condições aconteceu o que aconteceu”. O segundo inquérito, desencadeado pelo Exército, consiste num trabalho que servirá para avaliar “a natureza da formação ministrada nos cursos de Comandos, para detetar o que deverá vir a ser corrigido no futuro”.

Azeredo Lopes não avançou, contudo, datas para que esses inquéritos estejam concluídos. O ministro limitou-se a assinalar que o segundo inquérito, por ser “mais abstrato e geral”, deverá “levar mais tempo a produzir efeitos”.

Pin It on Pinterest