Militar foi forçado a comer terra

Hugo Abreu, o madeirense que no início do mês morreu durante o treino dos Comandos, na sequência de um golpe de calor, terá sido forçado a comer terra já depois de estar “próximo da inconsciência”. A revelação foi feita por um dos colegas do curso ao programa «Sexta às 9», da RTP.

Hugo morreu no dia 4 de Setembro, durante um treino do 127.º curso de Comandos. Outro militar, o recruta Dylan da Silva, viria a morrer uma semana depois após ter estado internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, à espera de um transplante hepático.

Na sequência das mortes durante o treino, todos os militares foram sujeitos a um exame médico complementar, e o curso foi retomado a seguir a esse exame.

Pin It on Pinterest