Lewis Hamilton sentiu preconceito por ser negro

Lewis Hamilton foi o primeiro piloto negro da história da Fórmula 1. Essa condição foi algo com que teve de lidar, a exemplo do que teve de fazer desde pequeno: lidar com o preconceito e o prejuízo por ser negro. Essa luta travada desde cedo, com feridas sofridas, foi também o que o tornou mais forte – com o sucesso na F1 a ser ele também um reflexo desta sua afirmação.

O tema do racismo foi sendo introduzido numa entrevista que Hamilton deu à «Complex» por comparação com outras estrelas do desporto como Tiger Wood ou as irmãs Williams que, sendo negros e vingando em desportos maioritariamente praticados por caucasianos, não deixaram de sofrer com o preconceito da cor da pele.

Agora, com o passar dos anos, Hamilton já nem os ouve: «Houve uma altura em que eu, de facto, me importava. Acho que com a idade cheguei ao ponto em que não preciso da vossa validação. Conheço o meu coração. E sei quão duro trabalhei. Sei quais são os meus valores. Sei o amor que tenho pela minha família. Sei quem sou como pessoa.»

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger