Governo diz que segurança aeronáutica está garantida

Não há falhas do sistema de segurança aeronáutica em Portugal”, garante o secretário de Estado das Infraestruturas depois do director do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes em Aeronaves (GPIAA) dizer que Portugal não está preparado para responder a um grande acidente de aviação.

O secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins, assegura que o país está preparado e lembrou que nos últimos anos tem havido um reforço na prevenção de acidentes com aeronaves. E salienta que o GPIAA é apenas um dos organismos envolvidos na estrutura de investigação de acidentes, lembrando que há um protocolo entre o GPIAA e a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) para fazer face a qualquer acidente que aconteça.

Sobre a acusação do GPIAA ter sofrido um corte no orçamento de 40%, Guilherme W. d’Oliveira Martins diz que o orçamento é adequado “a todos os actores em matéria de investigação”. É por isso que o secretário de Estado rejeita a proposta de se criar uma taxa de 20 cêntimos sobre cada bilhete de avião para financiar o gabinete que estuda os acidentes aéreos. Considera que não faz sentido criar uma taxa para financiar um organismo.

Pin It on Pinterest