Seminário subordinado ao tema “The Map of a Woman”

No próximo dia 28 de outubro, entre as 11h00 e as 17h00, realizar-se-à, no Anfiteatro 4 do Campus da Penteada, o Seminário subordinado ao tema “The Map of a Woman. The Topography of Selfhood in the Work of Mary Rose Callaghan, Emma Donoghue, Mary Dorcey, Deirdre Madden, and Mary Morrissy”, que será coordenado pela Prof.a Doutora Zuzanna Sanches.

Zuzanna Sanches é investigadora integrada no Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa (ULICES/CEAUL) e colaboradora no Centre for English, Translation, and Anglo-Portuguese Studies.

Também leciona no Departamento de Estudos Ingleses da Universidade de Lisboa. Foi investigadora visitante na Universidade Nacional da Irlanda, em Maynooth, e no University College, em Dublin, onde trabalhou sob a orientação da Professora Margaret Kelleher. Tem publicado artigos sobre escritoras irlandesas contemporâneas nascidas nos anos 1960. Os seus interesses de investigação incluem literatura e cultura britânicas, irlandesas e americanas, feminismos, psicanálise e estudos de género e identidade, performance e yoga.

Organizado pelo Centro de Investigação em Estudos Regionais e Locais da Universidade da Madeira, no âmbito da Linha de Investigação Mobilidade e Transferência Culturais em Contextos Insulares, o seminário pretende reunir comunidade académica e público em geral, com o intuito de analisar as obras de algumas escritoras irlandesas contemporâneas, nomeadamente Deirdre Madden, Mary Rose Callaghan, Mary Dorcey, Emma Donoghue, e Marry Morrissy.

Analisar os textos, os romances e a poesia destas escritoras não é olhar só para a magia da palavra e da imagem, mas buscar tópicos, temas e ferramentas transversais para os estudos feministas e filosóficos e ir mais fundo, tentando mapear a voz no feminino. E revisitando os trabalhos de Julia Kristeva, Judith Butler, Elizabeth Grosz entre outras, olhar para a questão da identidade e perceber como esta é múltipla e narrativa. Implica também dar voz à criatividade, à memória, à sexualidade, ao corpo e à maternidade, procurando tradições que se alojaram nas margens, longe dos discursos normativos, nas fronteiras e ilhas e, portanto, fora do centro.

O seminário prevê dois momentos distintos. O primeiro, uma conferência aberta ao público, onde vão ser abordados meta e micro temas do feminismo irlandês, ilhéu e europeu. O segundo momento, um workshop, onde serão lidos e trabalhados fragmentos de obras da escritoras mencionadas anteriormente. A frequência do workshop é gratuita mas requer inscrição prévia.

Pin It on Pinterest