Pediatras alertam pais por causa de publicações de dados dos filhos na Internet

Uma nova pesquisa alerta os pais para o facto de terem que ser duplamente cautelosos quando publicam fotos, comentários ou revelações sobre a vida pessoal dos filhos na Internet. Está em causa a privacidade, mas também repercussões no futuro das crianças.

As publicações feitas pelos pais sobre os seus filhos, nomeadamente nas redes sociais, podem ter consequências que vão muito para lá do tempo presente. Marcam para sempre a existência digital dos envolvidos, o que acarreta problemas legais e pode também motivar complicações psicológicas para as crianças envolvidas até à idade adulta.

Estes alertas surgem num novo estudo levado a cabo por pediatras que se debruçou sobre os potenciais danos das publicações feitas pelos pais sobre os seus filhos nas redes sociais.

Os pediatras alertam para os riscos que isso acarreta para as crianças e para o facto de ser imperioso que os pais sejam mais cuidadosos quanto à protecção da identidade dos filhos na Internet.

De acordo com dados avançados no artigo publicado no Emory Law Journal pela Social Science Research Network (SSRN), “nos EUA, 92% das crianças com dois anos têm presença online e cerca de um terço fazem a sua primeira aparição nas redes sociais nas suas primeiras 24 horas de vida“.

Pin It on Pinterest