Prémios Infante D. Henrique entregues a 67 alunos de escolas do Funchal

Os prémios Infante D. Henrique foram entregues ontem, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a 67 jovens de diversos estabelecimentos de ensino da cidade do Funchal, nomeadamente da APEL, Escola Básica 2/3 dos Louros, Colégio Infante D. Henrique, Criamar e Escola Superior de Enfermagem S. José de Cluny. O evento contou com a presença de Dom Duarte Duque de Bragança e do presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo.

O Prémio Infante D. Henrique é um galardão de notoriedade internacional que reconhece o mérito escolar e o percurso extracurricular de jovens entre os 14 e os 24 anos, procurando ser uma mais-valia para os respetivos currículos e para o acesso ao mercado de trabalho.

Na ocasião, Paulo Cafôfo falou “numa evolução muito grande do prémio, que deixa a autarquia absolutamente satisfeita”, referindo que “no ano passado foram 20 jovens galardoados, enquanto este ano tivemos cerca de 70.” Foram quase o dobro das escolas e mais do triplo dos alunos galardoados, valorizando “a importância da educação e do percurso que estes fazem ao longo da vida”, num prémio de grande “credibilidade, prestígio e notoriedade internacional.”

O autarca também destacou que “são cada vez mais os alunos do Ensino Superior a aderir”, antes de parabenizar “todos os presentes e todo o trabalho feito pelos monitores nas escolas, na Câmara e nas instituições, que são a verdadeira base deste sucesso.”

O edil reiterou, ainda, que “a CMF vai continuar a apoiar este Prémio, como forma da cidade reconhecer o mérito dos seus jovens, num projeto que é não só académico, mas de educação não formal, de apoio e de solidariedade aos outros. Este é um projeto social, de cidadania, não só de carácter competitivo, mas humano. É um prémio que realça a formação humana e é essa a nossa visão para a Educação.”

Por seu turno, Dom Duarte de Bragança referiu  que o prémio traduz “o reconhecimento da sociedade em geral, neste caso, da Câmara Municipal, ao mérito dos jovens que cumpriram as provas definidas, as quais têm um grande alcance, abrangendo o serviço à comunidade, o desporto ou a descoberta de talentos”, salientando que este é “uma vantagem real no acesso ao emprego.”

O Prémio Infante D. Henrique é a versão portuguesa do “The Duke of Edinburgh’s International Award”, fundado em 1956 pelo Duque de Edimburgo. Em Portugal, o Prémio foi fundado em 1988, no Porto, por Dom Duarte, Duque de Bragança, que para além de Fundador é Presidente de Honra, tendo já abrangido “milhares de jovens

Pin It on Pinterest