Taxa de utilização do cheque dentista atinge os 83% nos primeiros nove meses do ano

Entre janeiro e final de setembro, mais de 227 mil pessoas utilizaram o cheque-dentista, o que representa uma taxa de utilização de 83%, valor superior aos 76% verificados no ano passado. Dos mais de 385 mil cheques-dentista emitidos este ano já foram utilizados perto de 320 mil.

A taxa de utilização mais alta, 92%, regista-se no grupo das crianças de 7, 10 e 13 anos. Nos primeiros nove meses do ano, mais de 121 mil crianças com 7, 10 e 13 anos tiveram acesso ao programa, tendo sido realizadas mais de 222 mil consultas.

As crianças que aos 13 anos beneficiaram do programa, e apenas estas, têm a possibilidade de voltar a utilizar cheques dentistas aos 16 e aos 18 anos.

É um alargamento recente e limitado que faz com que as taxas de utilização nestes dois grupos sejam inferiores à média dos outros grupos. Nos jovens com 16 anos, cujo alargamento do cheque dentista começou há dois anos, a taxa de utilização está nos 38%, tendo ainda assim já sido utilizados mais de 8 mil cheques-dentista.

Já para os jovens com 18 anos, o programa começou a ser implementado este ano, tendo sido utilizados 726 cheques-dentista para uma taxa de utilização de 43%.

Orlando Monteiro da Silva, bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas explica que “nestes dois casos, de jovens de 16 e 18 anos, há ainda outra condicionante, que é o fato de, em ambos os grupos, os cheques terem de ser emitidos pelos Centros de Saúde, a pedido do interessado ou por iniciativa do médico de família, e como este alargamento do programa a estes dois grupos etários tem sido pouco divulgado, ainda são poucos os utilizadores.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas salienta ainda “a faixa etária dos 6 anos, que também apresenta uma taxa de utilização baixa, de 56%, mas neste caso é apenas porque há cheques que são emitidos pelos médicos de família para intervenções que não fazem parte do programa e, assim não podem ser usados. No terreno, esta faixa etária está a utilizar o cheque-dentista normalmente e dentro do expectável.”

A taxa de utilização das grávidas está nos 81%, para mais de 60 mil cheques-dentista utilizados, em linha com anos anteriores e à semelhança do que se regista na taxa de utilização dos cheques-dentista no caso dos idosos (81%) e dos portadores de VIH/SIDA (81%).

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas destaca ainda os resultados disponibilizados pela DGS sobre o Programa de Intervenção Precoce do Cancro Oral (PIPCO), que arrancou há menos de dois anos: “Entre 1 de março de 2014 e 31 de agosto de 2016 foram detetados 78 casos de cancro oral e 109 lesões potencialmente malignas que foram encaminhadas pelos médicos de família para os hospitais de referência dos doentes. Estamos a contabilizar apenas doentes detetados através deste programa. Até ao final do ano conta-se chegar aos 5 mil rastreios de cancro oral e mais de 3 mil biópsias. De sublinhar que aos utentes com biópsias com resultado positivo será efetuada a pesquisa de HPV, o vírus do papiloma humano”.

Através do PIPCO já foram utilizados mais de 3.300 cheques de diagnóstico e mais de 2.700 cheques de biopsia.

Desde o seu início em 2008, o programa Nacional de Promoção de Saúde Oral, em que está inserido o cheque-dentista, já beneficiou mais de dois milhões e meio de utentes. No primeiro ano, apenas 24 mil doentes beneficiaram do programa, contra mais de 330 mil no ano passado. No total e ao longo destes oito anos já foram utlizados mais de três milhões de cheques-dentistas para mais de 8 milhões e 700 mil tratamentos sendo que 59% das intervenções efetuadas correspondem a procedimentos preventivos (aplicação de selantes de fissuras).

Mais de 4.400 médicos dentistas aderiram a este programa numa rede que cobre todo o país, havendo ainda 240 médicos dentistas na sub-rede para diagnóstico de cancro oral que também funciona em todo o território nacional.

No início do próximo ano, a Direção-Geral da Saúde prevê realizar uma auditoria ao programa, componente essencial para assegurar que está a ser cumprido e atinge os objetivos propostos.

Pin It on Pinterest