Vendas de ligeiros com evolução positiva e quebra nos pesados

Mantém-se a estagnação nos comerciais ligeiros e assiste-se a forte quebra nos pesados. Ligeiros de passageiros com evolução positiva.

As vendas de automóveis ligeiros de passageiros registaram um crescimento de 23,5 por cento no mês de novembro, em relação ao mês homólogo do ano anterior. Um registo positivo, mas não acompanhado pelos sectores dos comerciais ligeiros, cujas vendas cresceram apenas 2,8 por cento, e, sobretudo, dos pesados, que registaram uma queda homóloga de 29,3 por cento em novembro.

Em termos acumulados, nos últimos onze meses do ano foram comercializados em Portugal 225.178 veículos automóveis, o que representa uma variação homóloga positiva de 14,7 por cento.

Por tipos de veículos observou-se a seguinte evolução das vendas:

1. Automóveis Ligeiros de Passageiros

No mês de novembro de 2016, foram vendidos em Portugal 16.525 automóveis ligeiros de passageiros, ou seja, mais 23,5 por cento por cento do que no mês homólogo do ano anterior.

Nos últimos onze meses de 2016 as vendas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 190.384 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 15,1 por cento relativamente a período homólogo de 2015.

2. Veículos Comerciais Ligeiros

No mês de novembro de 2016 foram vendidos em Portugal 3.112 veículos comerciais ligeiros, o que representou um crescimento de 2,8 por cento.

No período de janeiro a novembro de 2016 o mercado ascendeu a 30.278 veículos, o que representou um aumento de 11,6 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

3. Veículos Pesados

Quanto ao mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, em novembro de 2016 verificou-se uma forte queda de 29,3 por cento em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 338 veículos desta categoria.

Nos últimos onze meses de 2016 as vendas situaram-se em 4.516 unidades, o que representou um acréscimo do mercado de 16,9 por cento relativamente ao período homólogo de 2015.

 

Pin It on Pinterest