Novo caminho agrícola beneficia 33 agricultores da Calheta

O presidente do Governo Regional foi à Calheta inaugurar o Caminho Agrícola da Beira do Massapez, na freguesia do Arco, uma obra levada a efeito pela Câmara Municipal, com uma extensão de 325 metros, que irá beneficiar, diretamente, 33 agricultores.

Miguel Albuquerque aproveitou a ocasião para reafirmar o propósito do seu governo em manter o apoio aos sectores tradicionais da economia, nomeadamente a agricultura. “Vejam o que tem acontecido com a banana, em que este ano produzimos e processámos cerca de 22 mil toneladas e exportámos 85% dessa produção. Veja-se, também, o grande sucesso em outros produtos, para colocar no mercado externo, como seja a cana sacarina, por via da revitalização dos engenhos na Madeira, produzindo, este ano, quase 10 mil toneladas. Este é um sector que abarca cerca de 800 famílias. Vamos, pois, continuar a apostar nos nossos sectores tradicionais. Vamos apostar na exportação, quer da doçaria tradicional, através da cana sacarina, quer no rum, onde também temos tido grande sucesso”.

Segundo transmitiu o governante para a Calheta, segue-se “um grande investimento, já no próximo ano, na recuperação de um património fundamental deste concelho, que são os caminhos reais, e que irão constituir uma oferta magnífica para o turismo, movimentando a economia deste concelho, onde o alojamento local corresponde já a quase 17 por cento das camas da Madeira”, concluiu o Presidente do Governo.

Pin It on Pinterest