Prioridade política, económica e social para o Porto Santo

O Porto Santo foi tema do debate temático mensal na Assembleia Legislativa da Madeira. A oportunidade serviu para o Presidente do Governo Regional salientar as políticas governativas implementadas, com destaque para a aposta na revitalização económica daquela ilha, em especial do seu turismo.

Na ocasião, Miguel Albuquerque lembrou que o subsídio social de mobilidade, pago nas viagens efetuadas na época baixa, entre Outubro e Junho, foi “uma medida bem-sucedida”.

O governante madeirense realçou, ainda, que a imagem turística da ilha foi revitalizada junto dos mercados internacionais, sendo que “comparativamente com 2015, o número de passageiros no aeroporto cresceu 27,3%, as dormidas cresceram 26,75%, a taxa de ocupação 5,1 pontos percentuais e o RevPar cresceu 17%”.

Albuquerque destacou também o reforço da água de rega para apoiar os agricultores “projetando o governo investimentos acima do meio milhão de euros na requalificação da Lagoa do Tanque e da sua barragem, bem como os testes para a implementação de sistemas eficientes de regadio agrícola”.

Quanto à nova escola do Porto Santo, o Presidente do Governo recordou que “foi publicado esta semana no JORAM o concurso para empreitada da construção da Escola Básica e Secundária Francisco de Freitas Branco, no valor de 5 milhões de euros”.

Sobre o “dossier” da mobilidade e a concessão de serviços aéreos regulares, Miguel Albuquerque disse que “está dependente de concurso público que já devia ter sido desencadeado pelo Governo da República, de modo a garantir uma indispensável ligação entre estas ilhas, impedindo que por negligência ou falta de capacidade, hoje, os cidadãos sejam prejudicados”.

O Governo Regional diz que depois de recolher todas as informações e contributos correspondentes às necessidades dos porto-santenses enviou a 27 de Setembro de 2016 toda essa informação ao Governo da República. “Fê-lo com a devida antecedência para que o concurso da nova concessão pudesse estar concluído atempadamente”. Mas até hoje, o Governo da República não abriu esse concurso.

 

Pin It on Pinterest