Cónego Fiel defende “mudança do coração” na Missa do Parto na Escola Jaime Moniz

Palavras e expressões como “compromisso”, “mudanças de comportamento e do coração” e ainda “gratidão aos pais pelo dom da vida” formaram a mensagem do Cónego Fiel de Sousa na Missa do Parto, realizada esta manhã, na Escola Secundária de Jaime Moniz. Mas não só. Uma atenção especial às dimensões da mudança: “É fundamental estarmos abertos à mudança. Hoje é cada vez mais difícil a mudança de atitudes. Avançámos muito na mudança tecnológica mas está a ser muito difícil a mudança do coração, de atitudes”.

Perante tão participado auditório, com alunos, professores, funcionários e a presença do Secretário Regional da Educação, Jorge Carvalho, a Escola cumpriu também o arranque da tradição das Missas do Parto que hoje se inicia na Madeira, numa tradição sempre atual e muito vivida pelos madeirenses.

Refletindo sobre a homilia, o cónego Fiel de Sousa esclareceu primeiro que não estava numa Escola para dar aulas nem entediar os estudantes, mas apenas partilhar algumas reflexões sugeridas pela Palavra de Deus. Inspirado na I Leitura de Isaías, salientou a importância da palavra “compromisso”, uma vez que Jesus se colocou do lado da mulher estéril e viúva, seres excluído na mundividência de então de Israel. Ao dar o primeiro passo para estar ao lado destas mulheres, num sinal de misericórdia, pretende mostrar ao mundo que “precisamos de pessoas com compromisso e que o Senhor está sempre ao lado daqueles que a sociedade não dá nada.

Falando para uma comunidade escolar, o também Vigário Geral lembrou que a escola se compromete a abrir caminhos aos jovens, projetos de vida aos alunos e estes têm de se comprometer com esta caminhada.

Outra mensagem significativa do Evangelho prende-se com a conversão ou transformação. É fundamental estarmos abertos à mudança. No entanto, o Cónego Fiel de Sousa reconheceu que “hoje é cada vez mais difícil a mudança de atitudes. Avançámos muito na mudança tecnológica mas está a ser muito difícil a mudança do coração, de atitudes”.

O Coro da ESJM abrilhantou a cerimónia religiosa, entoando mesmo cânticos em latim que arrancou aplausos dos participantes.

No final da celebração, fora da cerimónia religiosa, o presidente do Conselho Executivo realçou o espírito de felicidade da comunidade escolar nesta celebração e o papel decisivo da Escola no sentido de ajudar os jovens na construção da sua felicidade. “O sucesso das notas é importante mas o sucesso interior, a construção do ser humano assente em valores é também fundamental”.

O Secretário Regional da Educação usou também da palavra para, na esteira do apelos feitos pelo cónego Fiel de Sousa, afirmar que se encontrava na Escola Secundária de Jaime Moniz cumprindo o seu papel de “compromisso”, dado se encontrar numa instituição onde exerceu a sua missão de professor, acrescentando ainda a importância de abrir caminhos aos alunos, preparando as gerações para a construção do seu projeto de vida.

Depois da cerimónia religiosa, o habitual convívio-beberete, desta feita animado pela habitual presença do grupo “Madeira Despique Gente Antiga” que, com os seus cantares tradicionais, proporcionou uma salutar confraternização.

Pin It on Pinterest