Anis Amri provoca «caça ao homem» a nível europeu

A polícia forense alemã encontrou impressões digitais de Anis Amris – o principal suspeito do ataque terrorista no Mercado de Natal em Berlim – na porta do camião usado para o atentado. Morreram 12 pessoas e cerca de 50 ficaram feridas.

Está em curso uma caça ao homem ao nível europeu para encontrar Anis Amri, após um tribunal ter emitido um mandado de prisão, dois dias depois do ataque já reivindicado Estado islâmico (EI).

Anis Amri é um cidadão da Tunísia que há alguns anos veio para a Europa. Abdelkader Amri, o irmão, disse que o suspeito do atentado pode ter sido radicalizado na prisão em Itália, onde esteve depois de deixar a Tunísia na sequência dos protestos da ‘Primavera Árabe’.

Pin It on Pinterest