Alegado cúmplice do atentando em Berlim está preso

As autoridades alemãs prenderam o alegado cúmplice de Anis Amri no atentando em Berlim, o homem que terá ajudado o jovem de 24 anos a cometer o ataque que matou 12 pessoas num mercado de Natal na semana passada.

“O falecido suspeito Anis Amri tinha gravado o número de telemóvel deste cidadão da Tunísia, de 40 anos. As investigações indicam que ele pode ter estado envolvido no ataque”, disse o gabinete do procurador responsável pelo caso, segundo a AP. “O grau de certeza sobre as ligações deste detido ainda está sujeito a investigações posteriores.”

O atentado de 19 de Dezembro foi reivindicado pelo Estado Islâmico mas as autoridades ainda estão a tentar descobrir se Anis Amri, que foi morto pela polícia italiana em Milão, actuou sozinho e por iniciativa própria ou se teve uma rede de apoio.

Pin It on Pinterest