PCP quer nacionalização do Novo Banco

O PCP considera que “é no controlo público que podemos encontrar o caminho para a resolução dos problemas financeiros do país” e, por isso, vai levar à Assembleia da República um projecto de resolução que mantém o Novo Banco na posse do Estado.

“O PCP rejeita a possibilidade de entrega do Novo Banco a privados, seja eles quais forem”, justificou o deputado Miguel Tiago. “Já pagámos pelo Novo Banco, era o mais que faltava que agora ficassem com ele por uma bagatela.”

A bancada comunista recupera assim um projecto de Fevereiro de 2016 que ficou à espera de agendamento. Segundo o parlamentar comunista, a “gestão do trabalho parlamentar do PCP” levou a que, só agora, o partido leve à próxima reunião da conferência dos líderes”.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, já admitiu em entrevista que a nacionalização do Novo Banco é uma possibilidade.

Pin It on Pinterest