Santander Totta está “claramente contra” a nacionalização do Novo Banco

O Santander Totta está “claramente contra” a nacionalização do Novo Banco porque pode causar “alguma distorção na concorrência”

“A nossa posição é clara. Somos contra a nacionalização”, disse o presidente-executivo, Vieira Monteiro, durante a apresentação dos resultados do Santander Totta relativos a 2016, ano em que registou lucros de 395,5 milhões de euros. “Não percebo muito bem [a existência de] dois bancos públicos e o que irão fazer.”

Para Vieira Monteiro, “os custos [de uma eventual nacionalização] ainda não estão determinados” e a “experiência tem mostrado que são muitíssimo elevados”.

“Não conheço as condições das negociações, não conheço as propostas [de compra] e é cedo dizer que pode haver prejuízos [para o Fundo de Resolução]”, afirmou, afastando o banco de qualquer interesse na compra. “O Banco Santander disse a partir de certa altura que não estava interessado.”

Pin It on Pinterest