Último discurso de Obama cheio de emoção

O ainda Presidente dos EUA fez em Chicago o seu último discurso oficial, dez dias antes de transmitir o cargo ao seu sucessor, Donald Trump. Foi um discurso muito emotivo.
Barack Obama despediu-se do povo americano na noite da passada terça-feira, no seu último discurso oficial como presidente.

A dez dias de entregar a presidência a Donald Trump, Obama falou durante 54 minutos para cerca de 20 mil pessoas no McCormick Place, em Chicago, num discurso que foi transmitido ao vivo pela TV.

Obama foi bastante aplaudido pelo povo presente que aos gritos pediu “fique”. Obama respondeu com um agradecimento: “Hoje é a minha vez de dizer obrigado. Todos os dias, aprendi com vocês. Vocês fizeram de mim um presidente melhor, e fizeram de mim um homem melhor”.

A questão racial também teve destaque no seu discurso, com o presidente dizendo que ela “permanece uma força potente e muitas vezes divisiva em nossa sociedade”. Foi também incluida ainda a questão da imigração. “Se não estivermos dispostos a investir nos filhos de imigrantes… diminuímos os prospectos de nossos próprios filhos”. “Avançando, temos que apoiar leis contra a discriminação – em contratações, em moradias, na educação e no sistema judiciário e criminal”, acrescentou.

A parte final do discurso foi dedicada à democracia, com o alerta de que “nossa democracia é ameaçada a cada vez que nós a damos por certo. Todos nós, independente do partido, devemos nos atirar na tarefa de reconstruir nossas instituições democráticas… e quando as taxas de voto estão entre as mais baixas entre as democracias avançadas, deveríamos tornar mais fácil votar, e não mais difícil”.

Um dos momentos mais emotivos do seu último discurso como presidente foi quando Obama falou para a sua mulher, Michelle Obama, e filhas, Malia e Sasha. O público aplaudiu de pé os elogios feitos à sua família. Assim como ao momento emocionante com que Obama falou do seu vice, Joe Biden. “O determinado garoto de Scranton que se tornou o filho favorito de Delaware: você foi a minha primeira escolha como candidato e a melhor. Não apenas porque você foi um grande vice-presidente, mas porque, no processo, eu ganhei um irmão”.

Toda a equipe do seu governo também foi homenageada, e através dela Obama se referiu a todos os americanos que o apoiaram nos últimos oito anos. “A todos os americanos que viveram e respiraram o trabalho duro da mudança: vocês são os melhores apoiadores e organizadores que alguém poderia desejar”.

E como não poderia ser de outra maneira, para finalizar o seu último discurso presidencial, Barack Obama recorreu ao slogan de sua primeira campanha, em 2008, e concluiu: “Sim, nós podemos. E nós fizemos. Sim, nós podemos”.

Barack Obama é abraçado por sua mulher, Michelle, e observado pela filha mais velha, Malia. Fotos: DR

 

Pin It on Pinterest