Concurso de fotografia “Viver sem Dor”

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) promove o concurso de fotografia “Viver sem Dor”, com o intuito de desafiar cidadãos portugueses ou estrangeiros, residentes em território nacional, a participar com fotografias originais que representem as emoções de uma vida sem dor. Numa parceria com a Grünenthal, este concurso de fotografia destina-se a fotógrafos profissionais ou amadores.

As fotografias admitidas – no máximo três fotografias por participante – devem caracterizar as emoções de uma vida sem dor. Os participantes poderão produzir fotografias recorrendo a encenações, incluindo, por exemplo, adereços. A competição terá duas categorias: “geral”, para fotografias registadas com quaisquer dispositivos fotográficos que não concorram com telemóveis equipados com câmara fotográfica, e categoria “mobile”, fotografias registadas através de telemóveis equipados com câmara fotográfica.

O vencedor da categoria “geral” será premiado com uma câmara fotográfica Sony a5100 mirrorless e os 2.º e 3.º classificados com um workshop de fotografia com Joel Santos e Magali Tarouca. Também os três vencedores da categoria “mobile” terão oportunidade de realizar um workshop com estes profissionais. Aos concorrentes que apresentarem as cinco melhores fotografias de ambas as categorias será ainda oferecido o livro “Grandes Paisagens – Fotografia de Paisagem em Viagem”, de Adriano Neves.

Cada fotografia deve ser acompanhada de um título, com um limite de 20 palavras, redigido no corpo de texto da submissão por correio eletrónico. A mensagem deverá ainda incluir: o nome, a data de nascimento e a nacionalidade do participante. As fotografias devem ser apresentadas em formato JPEG e o tamanho de cada ficheiro submetido não deverá ultrapassar 5Mb. Os trabalhos devem ser enviados até ao dia 12 de março de 2017, exclusivamente por correio eletrónico, para o endereço foto.aped@gmail.com. Os participantes devem ser maiores de 14 anos, sendo que menores de 18 anos deverão incluir na candidatura uma autorização assinada pelos respetivos responsáveis legais.

A avaliação será feita por um júri de quatro elementos, sendo um membro da APED e três fotógrafos de renome nacional: Joel Santos, Magali Tarouca e Adriano Neves. Os premiados serão notificados a 12 de maio de 2017 por correio eletrónico e convidados a estar presentes numa Exposição de cariz social, a ocorrer aquando da comemoração do 26.º aniversário da APED, em junho, onde serão entregues os respetivos prémios.

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) tem por objetivos promover o estudo, o ensino e a divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e terapêutica da dor.

Pin It on Pinterest