Badr Hari foi condenado a dois anos e meio de prisão

O lutador marroquino Badr Hari foi condenado a dois anos e meio de prisão pelo Supremo Tribunal de Haia, na Holanda, tendo sido considerado culpado de actos violentos ocorridos na cidade de Amesterdão.

Badr Hari ficou conhecido por fazer parte das amizades de Cristiano Ronaldo, com quem chegou a passar férias em Marrocos.

O lutador foi condenado por “agressão agravada” a um empresário durante uma festa em 2012 e por ter usado um copo partido para tentar agredir uma pessoa num bar. Vai cumprir apenas seis meses da pena a que foi condenado.

O advogado de Badr Hari considerou a condenação “inadequada” e “incompreensível”. O atleta está em Marrocos, mas cumprirá a pena na Holanda.

Badr Hari já tinha sido condenado em 2015 a dois anos de prisão, dos quais cumpriu oito meses, pelo mesmo tipo de crimes.

Pin It on Pinterest