Trabalhadores e empresas beneficiam de mais 250 ME de rendimento disponível por residirem nos Açores

O Vice-Presidente do Governo dos Açores revelou que as opções estratégicas do Executivo regional em matéria de impostos e a criação e reforço de apoios complementares permitiram que os trabalhadores e as empresas açorianas beneficiem atualmente de mais 250 milhões de euros de rendimento disponível do que teriam se residissem ou operassem no restante território nacional.

“As empresas e as famílias açorianas têm um benefício acrescido em termos de rendimento de 250 milhões de euros do que teriam se vivessem no continente ou na Madeira, em igualdade de circunstâncias”, frisou Sérgio Ávila, numa intervenção quarta-feira na Assembleia Legislativa, na Horta.

Este aumento do rendimento disponível, salientou Sérgio Ávila, resulta da reposição de 30 por cento da taxa reduzida e intermédia de IVA, da redução de 20 por cento na taxa normal de IVA e de 20 por cento no IRC, conjuntamente com o pagamento das remunerações complementares da administração pública regional, complementos de pensão e de abono de família, além de outras medidas regionais.

“Fizemos [em 2015] uma opção, uma opção pelas pessoas, uma opção pelos Açorianos, uma opção pela Região, que foi, havendo a possibilidade de reposição do diferencial fiscal, ir muito mais além” na redução dos impostos sobre o trabalho, garantindo mais rendimentos disponíveis aos trabalhadores por via da redução do IRS, contribuindo para estimular o consumo com ganhos para a economia regional, acrescentou o Vice-Presidente.

Nesse sentido, salientou que os Açores têm atualmente, “fruto dessa redução significativa dos impostos em 2015, nos rendimentos até 20 mil euros, uma redução de impostos sobre rendimento do trabalho como nunca tiveram”.

Sérgio Ávila sublinhou também que os rendimentos de todos os Açorianos, até 7.000 euros, “têm uma taxa de IRS 30 por cento inferior à de nível nacional” e, nos rendimentos entre 7.000 e 20.000 euros, “pagam menos 25 por cento de imposto sobre o rendimento do seu trabalho do que a nível nacional”.

Pin It on Pinterest