Programa Europa Criativa promovido nos Açores

O Governo dos Açores, em parceria com o Centro de Informação Europa Criativa, promove, entre 7 e 9 de março, a realização de sessões de divulgação do programa “Europa Criativa” nas ilhas de S. Miguel, Terceira e Faial.

Estas sessões, com início pelas 09H30, terão lugar esta terça-feira, dia 7 de março, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, no dia seguinte na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, e, no dia 9 de março, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta.

A iniciativa, promovida pelos gabinetes dos secretários regionais adjuntos da Presidência para as Relações Externas e dos Assuntos Parlamentares e pela Secretaria Regional da Educação e Cultura, visa dar a conhecer este programa da União Europeia que apoia os setores cultural e criativo, bem como os apoios disponíveis para o efeito no âmbito das políticas europeias para estas áreas.

As sessões, de acesso livre, destinam-se em particular a entidades coletivas, sejam da administração pública ou local, organizações culturais, artistas e profissionais da cultura que desenvolvam a sua atividade nas áreas das artes do espetáculo, belas artes, edição, cinema, televisão, música, artes pluridisciplinares, património ou indústria dos jogos de vídeo.

O programa “Europa Criativa” pretende salvaguardar e promover a diversidade cultural e linguística, além de reforçar a competitividade dos setores cultural e criativo, tendo em vista a promoção de um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo.

Os objetivos mais específicos deste programa incluem o apoio à capacidade dos setores cultural e criativo europeus para operarem internacionalmente, além da promoção da circulação transnacional de obras culturais e criativas e a mobilidade de artistas, a formação de novos públicos e o reforço da capacidade financeira destes setores.

Apoiar a cooperação transnacional para promover o desenvolvimento de políticas, a inovação e a utilização de novos modelos de negócios, apoiando ainda atividades que contribuam para dotar os agentes de competências e ‘know-how’ que contribuam para o reforço daqueles setores são outros dos objetivos.

Pin It on Pinterest