Detenções por burla informática, contrafação de cartões bancários e associação criminosa

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), desencadeou ontem uma operação com o objetivo de desmantelar um grupo criminoso que se dedicava à prática de crimes de burla informática, contrafação de cartões bancários e associação criminosa.

Durante a operação efetuaram-se duas buscas na zona do Algarve e foram detidos dois homens, com 30 e 50 anos de idade, que integravam o grupo criminoso. No âmbito desta investigação já anteriormente tinham sido detidos seis homens, quatro dos quais se encontram em prisão preventiva.

A Policia Judiciária acredita, que com estas detenções terá desmantelado a totalidade de um grupo que se dedicava à utilização de dados de cartões bancários de terceiros, efetuando compras de diverso tipo de bens, nomeadamente vestuário, viagens e material informático, cujo valor rondará os trezentos mil euros.

A Polícia Judiciária prossegue as investigações no sentido de apurar a natureza e a extensão das conexões criminosas deste grupo.

Pin It on Pinterest